Cursos de Terapias Naturais!

Venha Ser um Terapeuta Naturista ou Quiropraxista!

TIM / WhatsApp
81.9.9836.8811

Boas Vindas!

A vida de cada um de nós tem que se revestir de significado, porque como disse George Santayanna: “que a vida vale a pena ser vivida é a mais necessárias das admissões e não sendo tal admitido, a mais impossível das conclusões”[1].

Com esta ideia soberana, respeitados alguns requisitos mínimos de cunho acadêmico, nos atrevemos oportunizar a todos os que desejarem caminhar conosco, pelo sistema Blended Learning, dois Cursos de Estudos que permitem aos seus participantes, o domínio de duas modalidades Terapêuticas rigorosamente ecológicas, naturais e holísticas, que fazem parte de uma Tecnologia que já foi a glória da Medicina no passado e que agora deve ser resgatada: o Mundo da Medicina Natural!

Nosso propósito inicial é o de estabelecer um Programa que possa ser integrado a carreira de qualquer profissional da área de Saúde, Biológica ou de Humanidades, ao mesmo tempo que possa atender as demandas próprias da área profissional que cada um possui; naturalmente que, respeitando a lógica da formação que exige um conteúdo suficiente para permitir aos Estudantes o máximo em otimização da qualidade da aprendizagem em Naturologia Clínica ou em Quiropraxia; não perdemos de vista a oportunidade para outros amigos que sejam de outras áreas do saber e que queiram navegar por um ambiente onde a Qualidade de Vida está acima de tudo e que possa contribuir com o objetivo maior de todos nós: Saúde e Vida!

Estou há mais de 20 anos numa carreira de altos e baixos, como tem sido a vida de todos nós brasileiros, mas com fé em Deus, trabalho duro e com o aval do SINATEN – Sindicado Nacional de Terapeutas Naturistas – que nos conhece desde 2002 e, em cuja Diretoria temos tido a honra de participar desde 2006 com mandato previsto até 2020; avançamos com confiança, na firme convicção de que estamos fazendo História ao colaborar com o surgimento de uma nova geração de Terapeutas Naturistas e Quiropraxistas que serão benção na vida das pessoas!

Temos um “Portal” ou “Site” aberto ao público, trata-se do www.professorjean.com nele temos a oportunidade de oferecer uma apresentação relativa à nossa vida e atuação no cenário a que nos destinamos! Temos muitas abordagens no referido endereço eletrônico – fiquem à vontade em nos visitar! Também estamos nas redes sociais!

Pois bem, a profissão de Terapeuta Naturista, tanto quanto a de Quiropraxista, possui apenas o reconhecimento na Classificação Brasileira de Ocupações, a primeira sob o nº 3221/25 e a segunda sob o nº 2261/05; mas ambas não possuem “regulamentação” produzida pelo Congresso Nacional (obrigatória segundo a Constituição Federal, Art. 22, Inc. XVI); sua realização se dá livremente na relação entre as Agências de Representação das Categorias e os Interessados/Clientes; isto nos leva a conduzir os trabalhos que assumimos com nossos dois Cursos, com a plena ciência de que ainda somos parte de profissões em formação no Brasil. Este fato é um dos motores de nossa motivação, porque fazer parte da História de uma profissão inédita é uma honra existencial para nós.

Firmamos um pacto acadêmico para atuarmos com a Comunidade Evangélica Batista Kurios, que é a Mantenedora da Faculdade Kurios – FAK – sediada Rua Dr. Argeu Braga Herbster, 960 – Centro, Maranguape – Estado do Ceará, 61940-000; esta Faculdade detém a Portaria MEC nº 2.821 de 03/10/2002, publicada em 07/10/2002 e com Recredenciamento Homologado pela Portaria nº 917 de 17/08/2016, publicada no D.O.U. 18/08/2016; com CNPJ nº 03.581.388/0001-50.

Nosso Curso de Especialização em Saúde Pública com Ênfase em Terapia Naturopática atende à uma designação específica determinada na Portaria nº 849 de 27/03/2017 e que foi publicada no D.O.U. em 31/03/2017. O texto normativo é claríssimo:

“TERAPIA NATUROPÁTICA (NATUROPATIA CIENTÍFICA, NATUROLOGIA CLÍNICA)

É entendida como abordagem de cuidado que, por meio de métodos e recursos naturais, apoia e estimula a capacidade intrínseca do corpo para curar-se. Tem sua origem fundamentada nos saberes de cuidado em saúde de diversas culturas, particularmente aquelas que consideram o vitalismo, que consiste na existência de um princípio vital presente em cada indivíduo, que influencia seu equilíbrio orgânico, emocional e mental, em sua cosmovisão.

A Naturopatia utiliza diversos recursos terapêuticos como: plantas medicinais, águas minerais e termais, aromaterapia, trofologia, massagens, recursos expressivos, terapias corpo-mente e mudanças de hábitos.

Cada indivíduo recebe um (1) tratamento individualizado, planejado para suas especificidades, seguindo seis princípios fundamentais: (2) não fazer mal – por meio do uso de métodos que minimizam o risco de efeitos colaterais; (3) identificar e tratar as causas fundamentais da doença – identificando e removendo as causas subjacentes das doenças ao invés de suprimir os sintomas; ensinar os princípios de uma vida saudável e uma prática promocionista – compartilhando conhecimentos com os indivíduos e os encorajando a ter responsabilidade sob sua própria saúde; (4) tratar o indivíduo como um todo por meio de um tratamento individualizado – compreendendo fatores físicos, mentais, emocionais, espirituais, genéticos, espirituais, ambientais e sociais únicos que contribuem para a doença e, personalizando os protocolos de tratamento para o indivíduo; (5) dar ênfase à prevenção de agravos e doenças e à promoção da saúde – avaliando os fatores de risco e vulnerabilidades e recomendando intervenções apropriadas para manter e expandir a saúde e prevenir a doença e, (6) dar suporte ao poder de cura do organismo – reconhecendo e removendo os obstáculos que interferem no processo de autocura do corpo.”

“QUIROPRAXIA.

É uma abordagem de cuidado que utiliza elementos diagnósticos e terapêuticos manipulativos, visando o tratamento e a prevenção das desordens do sistema neuro-músculo-esquelético e dos efeitos destas na saúde em geral.

São utilizadas as mãos para aplicar uma força controlada na articulação, pressionando além da amplitude de movimento habitual.

É comum se ouvir estalos durante as manipulações, isso ocorre devido à abertura da articulação, que gera uma cavitação.

O ajuste articular promovido pela Quiropraxia é aplicado em segmentos específicos e nos tecidos adjacentes com objetivo de causar influência nas funções articulares e neurofisiológicas a fim de corrigir o complexo de subluxação, cujo modelo é descrito como uma disfunção motora segmentar, o qual incorpora a interação de alterações patológicas em tecidos nervosos, musculares, ligamentosos, vasculares e conectivos.”

Este nosso Site funciona como um centro de informações e acompanhamento referentes à dinâmica adequada aos trabalhos internos dos Cursos, é a Plataforma de Gerenciamento do Coordenador Geral, permitindo que nossos Alunos e Professores possam atuar de modo que criemos uma linha de ensino e experiências enobrecedoras da caminhada Naturológica Clínica que a Naturopatia nos permite, ao lado da Quiropraxia, que é ciência da área de saúde muito bem-vinda diante dos que sofrem de problemas músculo-esquelético com foco na disposição da coluna vertebral e outros aspectos distônicos/terapêuticos.

Aqui apresentamos uma plataforma focada 100% com a construção do conhecimento filosófico, tradicional, científico, técnico, artístico, ético e de mercado, próprios da construção de uma Cultura de Medicina Holístico-Natural.

Esperamos que todos os nossos Estudantes e Visitantes apreciem nossa dialética e dialógica, que vê em cada participante um futuro profissional, capaz de mudar a vida de milhares de pessoas com a aplicação dos conhecimentos que fazem parte do verdadeiro arcabouço da Medicina Natural Histórica.

Com os cumprimentos de nossa equipe e com a anuência de nossas parceiras,

Agradecidos pela oportunidade oferecida pela Faculdade Kurios,

Cordialmente,

Prof. Jean Alves Cabral

_________________________________________

(Para conhecer amplamente a carreira e o trabalho do Prof. Jean Alves Cabral acesse www.professorjean.com)

[1] DURANT, Will. História da Filosofia. Editora Nova Cultural, SP, 2000, p. 459. Texto citado em.